Bomba de Óleo! Você sabe qual é sua importância e seu papel no motor?

Bomba de Óleo! Você sabe qual é sua importância e seu papel no motor?

05/06/2018 0 Por Serraf

De acordo com a Anroi a bomba de óleo não é o único componente responsável pela pressão de óleo no motor.

ATENÇÃO: A pressão de óleo do circuito do motor envolve outras peças mecânicas, a bomba de óleo é só mais um componente do motor, muitos acreditam que sua função é trazer pressão por si só ao motor, por vezes quando a luz de óleo acende e o primeiro componente que vem a cabeça é a bomba de óleo, no entanto a função da bomba de óleo é levar quantidade de óleo suficiente para o sistema de lubrificação do motor; e este fato JUNTO com os ajustes e condições adequadas de todas as peças e com a condição dinâmica do óleo indicado pelo fabricante é que formará a pressão de óleo do motor.

Para que haja “pressão” no circuito fechado do motor é preciso que se crie um “filme de óleo”, uma espécie de colchão de óleo que impede o contato direto nas peças que são lubrificadas pelo sistema forçado aquelas onde existe expressivo esforço ao plano trabalho, como bronzinas e virabrequim, buchas e comando de válvulas, mancal e biela.

Como é formado este filme de óleo?

Este filme é formado devido a 3 elementos que agem simultaneamente:

1 – Folga entre as partes (Ajustes).

2 – Viscosidade do óleo.

3 – Quantidade de óleo enviado (Bomba de óleo).

Basta que apenas um dos elementos acima não exista para que não ocorra o filme de óleo.

Trocar apenas a bomba de óleo não resolve a questão de pressão do motor, resolve apenas a quantidade de óleo enviado ao sistema.

 

“EU TENHO CERTEZA ABSOLUTA QUE MEDI CORRETAMENTE A FOLGA DE ÓLEO DO VIRABREQUIM, RETIFIQUEI CAPAS, MUNHÕES, MOENTES, BIELAS, COLOQUEI A MEDIDA CERTA DE BRONZINA, FIZ TUDO CERTINHO, MAS A PRESSÃO CONFORME ESQUENTA O MOTOR VAI CAINDO, CAINDO…SÓ PODE SER A BOMBA!”

Antes de condená-la, atente para o seguinte:

– Não importa onde ocorra uma fuga de óleo no circuito fechado, pode até ser na ultima bucha do comando, a pressão de óleo cairá no motor inteiro, de forma que mesmo em um ajuste correto de folga óleo, no virabrequim, não se formará o colchão de óleo por insuficiência de óleo, porque o óleo sempre correrá para o local da fuga antes de atingir a pressão necessária para a sustentação do filme de óleo, podendo desta forma ocorrer danos as peças que foram corretamente trabalhadas e montadas.

– Se a folga for muito pequena, pode ocorrer o contato direto das partes, e mesmo com pressão de óleo do motor dentro da normalidade, isto causa superaquecimento, que diminui a viscosidade do óleo; o que acaba reduzindo a pressão do óleo em uma segunda etapa.

– Se for grande, o óleo escapa em excesso pelo vão, o que impede que seja formada ou causada a pressão de sustentação do filme que é a própria pressão de óleo do motor.

 

Quando trocar a bomba de óleo?

Os desgastes que ocorrem no circuito de lubrificação são iguais, seja na bomba de óleo, bronzinas , virabrequim, buchas , comando de válvulas, mancal e biela. Portanto, ao trocar qualquer um destes componentes troque sempre a bomba de óleo.

Importância do pescador de óleo?

A troca do pescador representa 1% da reforma do motor. Apenas o banho químico no pescador não resolve, pois ainda ficam resíduos de borra ou partículas na parte interna, que se aspiradas poderão comprometer toda a reforma do motor. Lembre-se a bomba de óleo é o único componente que que trabalha com óleo do carter que não foi filtrado. A única proteção da bomba de óleo contra possíveis impurezas no óleo do carter é a rede do pescador que nunca poderá ser violada.

Sempre substitua o tubo de sucção!

Borra interrompendo a passagem de óleo, neste caso ocorre falta de óleo em alta rotação, em casos mais graves, devido a diminuição da vazão, pode haver a diminuição da pressão do óleo e a luz do óleo acenderá, mas quando isso ocorrer, já é tarde demais, pois o motor já sofreu algum dano.

Nunca fure a rede do tubo de sucção, esta é a única proteção que a bomba tem, caso isso ocorra a bomba ficará vulnerável a todas as impurezas, pois é o único elemento do motor que não trabalha com óleo filtrado.

Lembre-se: as folgas internas da bomba de óleo são centesimais (semelhante a a espessura de um fio de cabelo). Quebra do rotor devido a bomba ter sugado impurezas do carter. Neste caso a bomba para de enviar óleo para o sistema de lubrificação imediatamente.

E aí, gostou desse artigo?

Qualquer dúvida ou sugestão, entre em contato com a gente e não se esqueça, precisando de peças, conte com a SERRAF.

Acesse nossa loja virtual e consulte nossos produtos! [https://www.lojaserraf.com.br/]

Contamos com um amplo estoque em peças de suspensão, freios, lubrificantes e produtos químicos!

Além disto, temos preços acessíveis, condições especiais de pagamento e realizamos entregas em todo o Brasil.

Consulte nossos vendedores!

 

Serraf São Paulo – Matriz

11 3674-8001
📱 11 98622-2782
www.serraf.com.br