Você tem cuidado com o seu motor?

Você tem cuidado com o seu motor?

07/03/2018 0 Por Simone Kuhl

Conheça alguns simples cuidados que vão te ajudar a elevar a vida do seu motor e previnir desgastes desnecessários

Seja novo ou antigo o seu carro, é preciso estar sempre atento aos sinais de desgaste nas peças e realizar a manutenção preventiva, isso não só ajuda a preservar a vida útil de suas peças, mas também evita trocas e mais idas à oficina, o que ajuda e muito na hora de pagar as contas.


Então, fique atento há algumas dicas que vamos te passar:

Filtros: Troque dentro dos prazos estabelecidos pela montadora os filtros de ar, de óleo e de combustível. Todos evitam a entrada de impurezas no motor. O de óleo deve sempre ser trocado no mesmo momento do lubrificante. O de combustível e o de ar, em média, a cada 10 mil quilômetros (pode variar de modelo para modelo). Todos também são fáceis, rápidos e baratos de serem trocados.

Água do radiador: Parece uma coisa banal, mas olhar o nível correto da água do radiador é fundamental para o bom funcionamento do motor e sua consequente durabilidade. O nível no reservatório deve estar sempre entre o mínimo e o máximo ao ser verificado com o motor frio. Nem mais, nem menos. Nunca encha além do máximo. O nível errado pode levar o motor ao superaquecimento. Isso você mesmo pode fazer antes de sair de casa. Também é fundamental trocar o aditivo do radiador a cada 10 mil quilômetros. Ele é recomendado pelas montadoras e faz a limpeza do sistema de arrefecimento.

Troca de marchas: Uma dica simples para evitar o desgaste do motor é fazer corretamente a troca de marchas. Evite aquela esticada na hora de cambiar. Faça as trocas suavemente. Os manuais dos carros trazem a velocidade certa para as trocas, caso você tenha dúvida.

Aceleradas: Aceleradas desnecessárias só aumentam o gasto de combustível e desgastam o motor. Parado, não fique acelerando. Também não acelere na hora da partida e quando for desligar o motor. No momento da arrancada, pise no acelerador somente o necessário. O conta-giros dos carros pode ajudar muito.

Amaciamento: Carros novos ainda precisam de um período inicial de amaciamento. Pelo menos até os 3 mil quilômetros evite passar da velocidade recomendada pelo fabricante , tenha mais cautela nas aceleradas bruscas e não passe das 5.000 rotações por minuto. Outra dica é esperar por cerca de cinco minutos o carro aquecer nos primeiros 1 mil quilômetros. Esses cuidados no início podem influenciar na vida útil do motor do seu veículo.

Velas: Fique atento ao estado das velas da ignição. Com o advento da ignição eletrônica e os computadores de bordo, a parte elétrica do automóvel ficou sobrecarregada e, como tal, é necessário mudar regularmente as velas de um veículo. Em média, é necessário trocar as velas de um automóvel a cada 50.000 quilômetros.

O Que É Vela de Ignição Automotiva e Qual a Função dentro do Motor do Carro? 2 Vídeos Ótimas Dicas!

Correia de distribuição: A correia de distribuição é essencial para o bom funcionamento de todas as peças automóveis. É fundamental substituí-la segundo a data que consta no manual do fabricante, caso contrário os estragos no motor poderão ser irreparáveis.

Limpeza do motor: Existem várias razões para lavar o motor e deve fazê-lo de ano em ano ou a cada dois anos. Um motor limpo vai trabalhar melhor e vai permitir que o condutor detecte antecipadamente qualquer defeito exterior.

Verificação do nível do óleo: Você pode realizar esta checagem a qualquer momento. Basta retirar a vareta de óleo que geralmente se encontra próximo ao motor do veículo. Procure realizar esta verificação quando o motor do automóvel estiver frio, garantindo assim, o nível real do óleo.

Cárter do motor: Encher demais o cárter do óleo pode levar ao superaquecimento do motor, podem resultar em acidentes de viação. Fique de olho no nível ideal para cada veículo.

Tampa do reservatório de óleo: Quando o condutor efetua a mudança de óleo de seu automóvel, é aconselhável que limpe sempre a tampa do reservatório, uma vez que algumas tampas são magnetizadas e podem acabar armazenando partículas de metal, que podem afetar o desempenho do óleo no motor.

Troca de óleo: A troca de óleo é rápida e fácil de ser feita. Não vale colocar a culpa na falta de tempo. Além de facilitar o movimento interno das peças, o lubrificante limpa o motor. Ele retira os microscópicos fragmentos metálicos gerados do contato entre as peças por ele lubrificadas. Por isso, o óleo precisa sempre estar em dia. A troca dentro dos prazos estabelecidos pelas montadoras é fundamental, geralmente entre 10 mil quilômetros ou seis meses. E substitua sempre por um produto com as mesmas especificações. Cada motor tem um lubrificante apropriado. Na dúvida, consulte o manual do veículo.


Gostou desse artigo?

Qualquer dúvida ou sugestão, entre em contato com a gente e não se esqueça, precisando de peças, conte com a SERRAF.

Acesse nossa loja virtual e consulte nossos produtos!

Contamos com um amplo estoque em peças de suspensão, freios, lubrificantes e produtos químicos!

Além disto, temos preços acessíveis, condições especiais de pagamento e realizamos entregas em todo o Brasil.