LOGO-SERRAF

COMANDO DE VÁLVULAS: Entenda seu funcionamento e importância.

COMANDO DE VÁLVULAS: Entenda seu funcionamento e importância.

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
COMANDO DE VÁLVULA: Entenda seu funcionamento e importância.

COMANDO DE VÁLVULAS: Entenda seu funcionamento e importância.

Para garantir o correto funcionamento do motor de um veículo, várias peças e componentes devem trabalhar em conjunto. Um desses componentes é o comando de válvulas, afinal, é ele quem controla o fluxo de gases nos cilindros durante o processo de combustão, em outras palavras, ele atua dirretamente no coração do veículo.

Vamos explorar em seguida mais sobre o comando de válvulas e entender melhor como este componente funciona.

O que é o Comando de Válvulas?

Primeiramente, o comando de válvulas é uma peça com formato cilíndrico e com uma série de ressaltos, ou cames, que são conjuntos de peças ovaladas. Ele desempenha um papel essencial no funcionamento do motor, pois controla o fluxo de gases nos cilindros durante o processo de combustão.

A peça-chave para o funcionamento do comando de válvula é a árvore de cames, também conhecido como árvore de comando de válvulas, eixo de comando de válvulas ou veio de ressaltos. Este componente mecânico é responsável por abrir e fechar as válvulas de admissão e escape, permitindo a entrada e saída dos gases no cilindro.

Dependendo do modelo do veículo, o comando de válvula pode estar localizado em diferentes posições. Em alguns motores, são utilizadas duas árvores de comando localizadas no cabeçote do motor, sendo que uma delas controla as válvulas de admissão enquanto a outra as válvulas de escape.

Funcionamento do comando de válvula em baixa e alta velocidade

Em baixa velocidade, o comando de válvulas funciona de forma relativamente simples. A princípio, durante o curso da admissão, a válvula de admissão se abre, o que permite que o pistão se mova para baixo e que a mistura de ar-combustível entre no cilindro. Em seguida, a válvula se fecha antes que o pistão atinja o ponto mais baixo, dessa forma, reiniciando o ciclo.

Por outro lado, em alta velocidade, esse processo é um pouco diferente. Nesse caso, a aceleração da mistura de ar-combustível é maior, isso exige que a válvula de admissão fique aberta por mais tempo.

Durante a relação do comando de válvulas em alta velocidade, existe também a necessidade de que ela se abra mais a velocidades maiores e constantes. Isso é determinado pelo perfil do ressalto na arvore de cames.

Tipos de Comando de Válvula

Existem diferentes tipos de comando de válvula, sendo estes os três principais:

SOHC (Single Overhead Camshaft) – Comando de válvulas simples no cabeçote

Este tipo de comando possui apenas uma árvore de cames no motor, sendo assim, é o único responsável por abrir e fechar as válvulas de admissão e escape. Ele é comum em motores com duas válvulas por cilindro.

DOHC (Double Overhead Camshaft) – Duplo comando de válvula no cabeçote

No DOHC, dois eixos de comando são usados para controlar o movimento de abertura e fechamento das válvulas. Esse tipo é comumente encontrado em motores com quatro válvulas por cilindro, onde um eixo controla as válvulas de admissão e o outro controla as válvulas de escape.

OHV (Overhead Valve) – Comando de bloco

Esse sistema já não é mais tão popular e era utilizado em veículos mais antigos. Ele se caracteriza pelo comando de válvula localizado no bloco do motor, operando por meio de varetas e balancins.

Problemas no Comando de Válvulas

Falhas no sistema de comando de válvulas podem causar um aumento no consumo de óleo e combustível. Se não resolvermos estes problemas a um longo prazo, eles geram danos graves ao motor do veículo. Em outras palavras, para garantir o funcionamento correto, fique atento aos sintomas a seguir:

  • Fumaça saindo da região do motor, provavelmente causada por conta de problemas e desgastes nas vedações das válvulas. Quando isso acontece, o óleo passa em excesso e queima de maneira desnecessária.
  • Perda de potência também pode ser um sintoma de problemas no comando de válvulas, isso pode significar que os cursos não estão acontecendo da maneira correta, gerando consumo de combustível e superaquecimento.
  • Barulhos e estalos (como batidas de pequenas peças) também podem indicar que o comando de válvula está com problemas ou desregulagem.


Assim como em todos os sistemas de um veículo, a prevenção é fundamental para evitar problemas. No caso do comando de válvulas, trocar o óleo regularmente conforme as especificações do fabricante e utilizar peças de reposição originais e de qualidade garantem uma vida útil prolongada para o seu veículo.

Sendo assim, entender o funcionamento dos componentes do seu veículo é fundamental para manter o veículo em perfeito estado. Lembre-se de que se precisar substituir o comando de válvula ou outras peças do motor, freio e suspensão, afinal Serraf é sempre a melhor escolha.

Conheça nosso portfólio com mais de 42 mil itens disponíveis ou entre em contato com um de nossos especialistas hoje mesmo.

faq – COMANDO DE VÁLVULAS: Entenda seu funcionamento e importância.

Primeiramente, o comando de válvulas é uma peça com formato cilíndrico e com uma série de ressaltos, ou cames, que são conjuntos de peças ovaladas. Ele desempenha um papel essencial no funcionamento do motor, pois controla o fluxo de gases nos cilindros durante o processo de combustão.
Existem diferentes tipos de comando de válvula, sendo estes os três principais: SOHC (Single Overhead Camshaft) - Comando de válvulas simples no cabeçote, DOHC (Double Overhead Camshaft) – Duplo comando de válvula no cabeçote e o OHV (Overhead Valve) – Comando de bloco.
Fumaça saindo da região do motor, provavelmente causada por conta de problemas e desgastes nas vedações das válvulas. Quando isso acontece, o óleo passa em excesso e queima de maneira desnecessária. Perda de potência também pode ser um sintoma de problemas no comando de válvulas, isso pode significar que os cursos não estão acontecendo da maneira correta, gerando consumo de combustível e superaquecimento. Barulhos e estalos (como batidas de pequenas peças) também podem indicar que o comando de válvula está com problemas ou desregulagem.
Assim como em todos os sistemas de um veículo, a prevenção é fundamental para evitar problemas. No caso do comando de válvulas, trocar o óleo regularmente conforme as especificações do fabricante e utilizar peças de reposição originais e de qualidade garantem uma vida útil prolongada para o seu veículo.

Compartilhe nas mídias:

Comente o que achou:

SEJA NOSSO

CLIENTE

Clique Aqui