LOGO-SERRAF

ÁGUA COMUM NO RADIADOR: NÃO COLOQUE!

ÁGUA COMUM NO RADIADOR: NÃO COLOQUE!

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
Capa-Nao-Coloque-Agua-no-Radiador

ÁGUA COMUM NO RADIADOR: NÃO COLOQUE!

Assim como todos os componentes do carro, o radiador exige uma a manutenção adequada, por isso é essencial que o líquido do sistema de arrefecimento seja abastecido corretamente. No entanto, muitas pessoas têm o hábito de completar o reservatório com água da torneira, e isso é um erro, então desenvolvemos este artigo para que você leitor, não coloque água comum no radiador. Entenda agora porque:

Assim como nosso corpo precisa de uma temperatura ideal para estar bem, o motor do seu carro também tem essa necessidade. E um dos primeiros sinais de que algo está errado é o aumento da temperatura, indicado quando luz de temperatura no painel é acesa.

Porque não colocar água no radiador?

A água comum contém cloro e flúor, que causam corrosão nas peças do sistema de arrefecimento. Isso resulta em uma redução da vida útil de componentes como a bomba de água, a válvula termostática e o radiador. Estes agentes prejudicam o bloco e a galeria do motor, e é fácil identificar o prejuízo, pois a presença da ferrugem faz com que a água do reservatório fique amarronzada.

Então, o que devo usar?

Um líquido chamado aditivo, é a opção correta. Esse produto é específico para essa função e oferece várias vantagens. Ele ajuda a manter a temperatura ideal do motor, que geralmente fica entre 90 e 100 graus Celsius, sem causar desgaste prematuro das peças.

Existem dois principais tipos de aditivos:

Aditivos inorgânicos: Também conhecidos como aditivos sintéticos, são produzidos com substâncias não orgânicas. No entanto, é importante descartá-los corretamente para evitar danos ao meio ambiente. Esses aditivos tendem a perder sua eficácia com o tempo e, por isso, precisam ser trocados regularmente no sistema de arrefecimento do veículo.

Aditivos orgânicos: Ao contrário dos inorgânicos, os aditivos orgânicos são produzidos com componentes orgânicos e são biodegradáveis, não representando riscos de poluição ambiental. Além disso, eles possuem uma durabilidade maior devido às suas características naturais.

Ao comprar um aditivo, é importante ter atenção:

Concentrado: É o aditivo puro, e sua ação contra a corrosão é mais forte. Por isso, é necessário diluí-lo com água desmineralizada. Para saber a quantidade de água para a diluição, o proprietário deve consultar o manual do veículo, poe ela varia de carro para carro.

Pronto uso: Como o próprio nome sugere, é uma opção mais prática, pois já vem na proporção correta de água e aditivo. É uma escolha adequada para quem tem menos tempo e experiência, mas é essencial cuidar do sistema de arrefecimento.

Não se esqueça de que, além de oferecer peças automotivas de qualidade, nós da Serraf trabalhamos com aditivos, óleo lubrificante para motor, cheirinhos e outros produtos. Recomendamos que você consulte nossa página sobre produtos químicos e lubrificantes para obter mais informações.

Se quiser continuar aprendendo, em nosso blog você encontrará outros artigos sobre como cuidar do seu carro e muitos outros assuntos interessantes!

PERGUNTAS FREQUENTES

faq – Não coloque água comum no radiador!

Porque a água tem flúor e outros componentes que com o tempo enferrujam as peças, além disso não contribui para manter o motor na temperatura ideal
É um líquido preparado para não corroer as peças do motor e manter o carro na temperatura ideal
Existem basicamente dois, os orgânicos e os inorgânicos, o que muda é a composição, que é o caso do primeiro, o resultado é a durabilidade e não agredir o meio ambiente
Não exatamente, há o concentrado e o pronto uso, mas a diferença é que no pronto uso não precisa diluir com água desmineralizada

Compartilhe nas mídias:

Comente o que achou:

SEJA NOSSO

CLIENTE

Clique Aqui